quinta-feira, 12 de julho de 2012

Telhado ou terraço? Fizemos um terraço, veja o que temos a dizer

Durante a fase de projeto decidimos tirar boa parte do telhado da casa e transformar em um terraço. Quase 50 metros quadrados que seriam cobertos com telhas foram transformados em terraço. Isso nos trouxe alguma economias.

Em primeiro lugar, terraço não entra no cáculo área construída, então, não pagamos ao arquiteto por este pedaço útil e nem pagamos essa parte da construção à construtora. Teríamos uma laje de qualquer forma, então, não tivemos que colocar mais dinheiro, ou quase isso.

Telhado custa caro, piso é mais barato e como queriamos construir tudo para depois fazer o acabamento aos poucos e em momentos diferentes, conseguimos fechar o contrato de construção com a redução de preço graças a esta mudança. Com a seca em Brasília, também vamos poder respirar um pouco até a hora de botar o piso.

Além disso, no IPTU, essa parte também não entra como área construída. Então você ganha área útil, mas não paga imposto por ocupação, mas nem tudo é benefício, existem problemas e cuidados.

Uma laje não é impermeável, passa água por ela e passa muita água. Pisos de cerâmica e porcelanato também não são impermeáveis. Parecem que são, mas não são. Absorvem água. Se você não colocar uma boa impermeabilização, terá problemas de infiltração.

Para esses 50 metros quadrados eu gastei 1500 reais para compra da manta e instalção. Na instalação está incluído: um piso liso que fica acima da laje e abaixo da manta, emulsão asfáltica por cima, manta asfáltica e outro piso liso por cima. A mão de obra já incluída.



A foto mostra a emulsão asfáltica aplicada no chão, já com o piso liso em baixo e o início da aplicação da manta. Essa manta é aplicada com maçarico. Os caras derretem essa manta. Então, não é trabalho para qualquer um. Vejam o botjão de gás, eles usaram dois desses.


No meu terraço coloquei dois ralos, um em cada lado e na hora de aplicar o piso é preciso cuidar da inclinação, que deve direcionar água para o ralo. Assim que acabar a instalação, pegue uma mangueira, jogue bastante água e deixa escorrer, se empoçar em algum lugar, mande corrigir. Para terminar, deixe o piso de fora um pouco abaixo do piso da casa. Dois centímetros é o padrão.

Quais são os problema? Bom, teremos que colocar um parapeito, que até poderia ser feito de alvenaria (mais econômico), mas podemos adiar este gasto para outro momento. Com o telhado não seria possível. E agora teremos uma área maior para limpar.

Além da limpeza tem o problema do calor, essa parte da casa tem uma tendência maior a esquentar, já que fica exposta ao sol o tempo inteiro. E o cômodo que está logo do terraço, no meu caso é uma varanda, também fica mais quente, mas só vou descobrir o quanto é quente depois, quando estiver morando lá.




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...