segunda-feira, 16 de abril de 2012

Especialistas afirmam que casas inteligentes são uma tendência irreversível

Mais um longo e cansativo expediente chega ao fim. Ainda no estacionamento do trabalho, a pessoa saca seu celular do bolso e programa a temperatura da água que encherá sua banheira. Ao entrar em casa, ela não precisa se preocupar em encontrar as chaves, pois a porta se abre instantaneamente, graças ao sistema de reconhecimento facial. Sensores de movimento e de iluminação acendem as luzes de acordo com o caminho feito. Durante o trajeto até o tão aguardado banho, os demais sensores espalhados por toda a residência medem a temperatura corporal e os batimentos cardíacos do morador: se algo não está em ordem, lembretes sonoros avisam que talvez seja uma boa ideia marcar uma consulta médica para breve.

Esse jeito Jetsons de viver não está tão distante assim da realidade. As chamadas smart-homes, ou casas inteligentes, em português, já fazem parte dos planos de profissionais da computação e, claro, da arquitetura. Diane Cook, professora de engenharia elétrica e de ciência da computação da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, publicou recentemente na revista científica Science um artigo em que reforça o que já é tendência em praticamente todas as inovações científicas atuais: o objetivo da tecnologia é antecipar necessidades.

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/tecnologia/2012/04/16/interna_tecnologia,298056/especialistas-afirmam-que-casas-inteligentes-sao-uma-tendencia-irreversivel.shtml

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...