sexta-feira, 13 de abril de 2012

Impressões sobre a obra...

Uma leitora de nossa blog perguntou um monte de coisas sobre a nossa obra. E eu estou realmente sendo omisso nos relatos, então, vamos lá. A pegunta está abaixo:

"Olá! Como está a obra? Estou decidindo se construo com essa empresa e queria um feedback seu a respeito. Eles estão cumprindo o planejado, dando assistência quando preciso? Vc está gostando do material? Em que etapa a sua obra se encontra?"

Logo abaixo está a foto da obra. Estamos próximos de concretar a laje do primeiro andar. O escoramento está quase todo pronto e as treliças estão todas na obra, na verdade, hoje percebemos que faltaram algumas, que devem chegar amanhã.



Agora vamos aos pontos positivos e negativos. Eles estão cumprindo o planejado à risca, pelo menos é o que parece. Como acompanho a obra todos os dias e as vezes mais de uma vez por dia, já sei mais ou menos o tempo que as coisas levam, aprendi na prática. Estou tirando 10 dias por mês de férias, juntando com feriados, só para acompanhar melhor. E sempre pergunto ao mestre de obras quais são as próximas etapas. As vezes converseo com o engenheiro também.

Nosso contrato foi fechando antes do projeto elétrico e hidráulico estar pronto. Eu queria esperar, mas eles disseram que não tinha problema fechar antes. Como contratei um péssimo profissional para fazer meus projetos de instalações, não consegui deixar tudo como eu queria e tiver que fazer algumas mudanças no projeto elétrico já na obra, na hora da marcação. No local eu também percebi algumas necessidades a mais.

Com isso, coloquei mais tomadas e luzes do que o previsto, isso implica em mais material, mas não tive problemas com a empresa com relação a isso. Tentei não abusar, é claro, mas aumentei um pouco a parte elétrica mesmo. Também pedi algumas mudanças pequenas que implicaram em um pilar a mais. Também não foi problema.

Quanto aos materiais. As paredes são de boa qualidade, o piso também me parece bom, assim como a calçada ao lado da casa. Já verifiquei o prumo das paredes e as variações, quando existem são pequenas, menores que 1 centímetro, o que deve ser corrigido no acabamento. Os ferros também parecem adequados, assim como os tamanhos das vigas.

Duas coisas me chamaram atenção quanto ao material. A mangueira escolhida para passagem da parte elétrica me pareceu muito boa. De melhor qualidade do que aquelas amarelas que vemos normalmente sendo usadas, que quebram por qualquer coisa, as mangueiras que eles usam me pareceram mais resistentes. Outra coisa são as treliças da laje.


Reparem que a treliça da foto tem 3 ferros na horizontal. Dois em baixo e 1 em cima. Isso é o obrigatório. Na obra, as treliças menores estão como na imagem acima, mas as maiores estão com reforço.



Outro ponto interessante é que o mestre de obras parece ser bom. A quantidade de erros que aconteceram foi pequena e quando teve que corrigir, no geral, ou foi falado só uma vez, ou o próprio mestre de obras viu que estava errado e corrigiu. Ele também sempre conversa comigo sobre detalhes do projeto bem antes de serem executados, para ter certeza de como tudo será feito. Também não percebi nenhuma tentativa de ecnonomizar materiais de forma que isso viesse a prejudicar a estrutura da obra.

Atualmente estou morando em uma casa em obras a 8 meses, que não é minha, mas moro aqui e vejo muita coisa torta sendo feita a todo momento. Então presto muita atenção nesses detalhes para não acontecer na minha casa e não está acontecendo.

De negativo é que o engenheiro está envolvido com muitas obras e não aparece muito na minha obra, mas como eu estou lá sempre e o mestre de obras tem feito tudo direitinho, pelo menos a minha arquiteta ainda não reclamou de nada, pode ser por isso. A entrega de materiais poderia ser melhor, as vezes os peões ficam meio dia sem poder fazer muita coisa porque o material não é entregue antes, mas o preço da obra é fechado e existe um prazo para eles cumprirem. Confesso que se eu não estivesse indo todos os dias na obra, não perceberia que as vezes algum material demora um pouco a chegar só percebo porque fuço tudo e pergunto tudo. Pergunto por que não fez tal coisa antes ou por que está deixando para depois e etc. O mestre de obras sempre me explica tudo com a maior boa vontade. Para o que estiver fazendo e vai lá me mostrar o que eu quiser saber.

A empresa que fez a furação da fundação, indicada por eles, não o fez direito. Eu gastei dinheiro e eles não furaram tudo que podiam e deviam, mas os próprios peões terminaram o serviço manualmente, sem eu percisar falar nada e sem pagar nada além do que eu ja tinha que pagar.

No geral, meu nível de stress com a obra é bem baixo, quase nenhum e o relacionamento com os trabalhadores e com a empresa tem sido muito bom. A minha arquiteta já resolveu contruir com eles a casa que comprou aqui no condomínio. Eu planejo uma expansão no futuro e se tudo continuar como está, com certeza contratarei a empresa novamente.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...