domingo, 22 de abril de 2012

Dicas para Marcação de Pontos Elétricos na Obra

Uma coisa muito importante para a sua obra é a marcação dos pontos de energia elétrica, luz e a passagem das mangueiras por onde passarão os cabos de eletricidade. Muita gente deixa isso a critério do engenheiro ou dos peões e pronto. Não faça isso, depois você vai se arrepender.

No meu caso, fiz um projeto de instalações elétricas com um arquiteto ruim, queria economizar, mas recomendo um bom engenheiro ou arquiteto. Mesmo com este projeto você vai ter trabalho, mas se você não quer ter trabalho nenhum, é melhor pagar um arquiteto para fazer os projetos de detalhamento da sua casa. Ele vai desenhar os locais onde vão ficar os armários, tomadas, como serão os pisos e etc, mas a verdade é que nem todo mundo pode ser a esse luxo, eu mesmo não o fiz. Fiz apenas os projetos de instalções, o que já ajudou muito.

O procedimento correto é se encontrar com o projetista antes da construção, logo após o fim do projeto arquitetônico, ver as ideias dele e juntar com as suas. Coloque pelo menos duas tomadas por parede nos quartos. Lembre-se que você pode deixar aquela tomada tampada se não quiser usar, mas um dia ela pode ser útil. Na hora de assinar o contrato das instalações, coloque uma clásula de ajuste do projeto durante a obra. Por quê? Porque você só vai saber sua necessidade quase real quando as paredes estiverem prontas.

Depois que ele te der o projeto em formato digital ou um rascunho impresso, você o analisa por um tempo. Todas as pessoas que vâo morar na casa deve fazer isso juntas. Rabisquem, coloquem mais luzes, mais tomadas, pensem no dia a dia. Eu fiz no computador e mostrei para a minha esposas várias vezes. Mostrei para o engenheiro e para a arquiteta que desenhou a casa. Dei print sreen no projeto e editei em um softwre de imagens. Veja só um exemplo, as minhas alterações estão em branco:



Mesmo fazendo isso, o arquiteto das instalações elétricas (ruim e barato) não colocou tudo que eu queria. Mesmo que tivesse colocado, eu não percebi tudo que eu queria até o momento de concretar a laje.Passei uma manhã inteira na obra marcando os pontos nas paredes e pedi mais coisas do que estava previsto. Durante as duas ou três semanas da montagem da laje, fiz algumas alterações no projeto elétrico. Toda vez que ia na obra eu pensava se estava tudo como queriamos. Quando montaram a laje, fui com o eletricista para cima da laje marcar os pontos de luz e deixei minha esposa no chão, vendo se as coisas estavam no local certo. Aí vieram outras surpresas, onde você eu queria uma luz, tem uma viga e coisas do tipo. Mudei novamente o projeto, mas bem pouca coisa.

Ao marcar os pontos em cima da laje, ou no projeto, você se esquece de armários e outras coisas, mas quando se está dentro do ambiente, você pensa melhor a respeito. Aí decide chegar a luz mais para o lado, mais para frente e etc.


Não se esqueça também dos pontos de TV e telefone. Atualmente moro numa casa sem passagem para TV ou telefone. Só existe um local por onde o telefone entra na casa e fica longe de tudo. Quebrar a parede depois de pronta é muito pior, dá trabalho e custa dinheiro. Passar os fios por fora da parede desvaloriza sua casa, mesmo que você use conduítes para isso.

Todos os envolvidos na casa precisam estar lá durante as marcações para pensar na usabilidade e comodidade . Não pense em econimizar nesta parte.

Resumindo, planeje bem as luzes e as tomadas, com antecedência, mas tenha a certeza que você fará alterações no momento da execução e é melhor acompanhar essa parte bem de perto.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...