quarta-feira, 14 de março de 2012

Vai Construir? Veja Como Contratar a Mão de Obra Diretamente - Parte 3

Já falamos sobre como contratar a mão de obra para a sua construção de duas formas diferentes, agora, vamos para a terceira e última, que é o contrato fechado com uma empreenteira. Eu optei por este, mas não pense que tudo são flores. É sempre uma questão de pesar os prós e os contras.

Aqui contrata-se uma construtora que vai cuidar de toda a sua obra. Você entrega um projeto e eles te dão um preço. No caso da minha obra, fechei a construção sem o acabamento, farei esta parte depois.

Existem empreenteiras que fecham o pacote inteiro, inclusive o acabamento e colocam um preço máximo no material a ser comprado. Exemplo: piso de porcelanato a 50 reais. Então, se você decidir comprar um mais caro, pagará a diferença no momento certo.

Nesse tipo de contratação você se estressa menos. O gerenciamento fica por conta da empresa e todo o fornecimento de material também é com eles. Assim você não precisa sair no meio da tarde do trabalho para comprar coisas que faltaram na obra. Também não se preocupa com equipamento nenhum que está sendo usado na construção.

Sua obra passa a ter uma expectativa de preço que varia pouco. Entretanto, como o preço é fechado, a empresa já considerou isso e colocou um valor de segurança em cima. Afinal, eles precisam pagar seus funcionários e ainda ter lucro. Você vai pagar mais caro inicialmente, mas se for uma boa empresa, pode sair mais barato no final das contas.

A conta é simples: Eles pagam o material e não você. Então, vão se preocupar muito para que tudo seja feito uma vez só e com o mínimo de desperdício. Pedreiros desperdiçam muito material, muito mais do que o normal, basta acompanhar uma obra por alguns dias e você verá. Para piorar ainda costumam fazer muitas coisas "de qualquer jeito". Se fosse você gerenciando, não conseguiria fazê-los desperdiçar menos e errar menos, então, acabaria pagando mais.

Mas não pense que é só ficar em casa. Não!!! Você precisa comparecer a obra para ver se a empresa está fazendo tudo o que te prometeu, se está usando os materiais certos, se não está usando menos material do que deveria ou  a quantidade correta. É preciso pesquisar, conversar com os pedreiros e com o engenheiro e depois juntar todas as informações.

Vou dar um exemplo: na meu contrato está especificado que os pilares seriam impermeabilizados. Eu passei na obra ontem e eles estavam impermeabilizados. Mas uma empresa desonesta poderia simplesmente fazer a próxima etapa sem impermeabilizar os pilares e eu só saberia disso muitos anos depois, quando a água estivesse subindo pelas paredes.

O processo de escolha da empresa deve ser cauteloso, procure indicações, visite obras, converse com donos das casas que eles fizeram e veja se tudo correu bem. Faça contato, visite o escritório da empreenteira mais de uma vez. Espere alguns meses para fechar o contrato.

Outra coisa importante: O que está contemplado no contrato? Eu sugiro a você que coloque a seguinte cláusula no contrato:

"Tudo o que não estiver especificado no contrato como sendo responsabilidade do contrante ou da contratada, será de responsabilidade de ambas as partes e terá os custos divididos igualmente".

Porque isso? Os caras trabalham com obras, você não. Você não sabe tudo o que precisa ser feito em cada etapa. Com essa cláusula eles serão obrigados a detalhar o contrato, a dizer tudo o que está e o que não está coberto. A verdade é que você vai querer que tudo esteja sob a responsabilidade deles e eles vão querer que algumas coisas estejam sob sua responsabilidade. É o processo natural.

Exemplo: fossa séptica, construção do padrão de energia elétrica no terreno, cisterna, limpeza e planificação de terreno, mantas térmicas para telhado e coisas do tipo.

Quando se é especialista em alguma coisa, nem sempre lembra-se de passar os detalhes para os leigos. Simplesmente assume-se que aquilo é óbvio, mas na verdade, não é. Então, as vezes a empreenteira simplesmente não cita tal detalhes porque no entendimento deles seria óbvio, mas você não sabe nada de obras e acha que eles farão "tudo".

Isso acontece porque quando uma empresa especializada diz que vai entregar sua CASA pronta, o entendimento de CASA deles é um, o seu, de leigo, é outro. As vezes você acha que algo está incluído e não está. E não é porque eles querem te passar a perna. Acontece porque vocês falam linguas diferentes.

Por último, entenda que sempre existirão situações inesperadas. Seu projeto arquitetônico pode ter algum erro que só será percebido na construção, você pode querer alguma mudança na obra ou outras coisas diversas. Nessas horas, nem sempre é bom exigir tudo pelo contrato. Tenha bom senso, converse e chegue a um denominador comum. Hoje você exige algo que está no contrato, amanhã você quer mudar um detalhe na obra e mesmo não tendo custo extra para o empreenteiro, ele não vai querer fazer porque no contrato diz que deve ser como no projeto.

Na minha obra, até agora, não tive problemas com a construtora que escolhi (Casas e Obras). Tudo está fluindo bem.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...